Importância do Conhecimento Jurídico para Tomada de Decisão
03/04/2017 08:00 por http://www.zeneconomics.com.br/conhecimento-juridico-tomada-de-decisao/


Já vimos que o conhecimento jurídico pode ser uma boa ferramenta de tranquilidade para tomarmos boas decisões no nosso trajeto de gestor de recursos, sendo ao final, um fator de acúmulo de nossas riquezas.

Para quem se propõe a fazer um bom planejamento financeiro e posteriormente se tornar investidor terá, como dissemos que TOMAR BOAS DECISÕES e sem conhecimento jurídico talvez não tome a melhor decisão, sobretudo no que diz respeito aos aspectos patrimoniais e tributários.

Com objetivo didático, tomei a liberdade doutrinária de chamar estes conhecimentos de DIREITO DO INVESTIDOR e de sistematizar os vários aspectos jurídicos envolvidos no planejamento financeiro em 5 grandes módulos, os quais apresento rapidamente para você no rol a seguir:

Famílias e Sucessões;
Societário;
Contratos
Tributário/Contábil;
Legislação e Regulamentos Especiais.

Veja que são vários assuntos relacionados ao planejamento financeiro, como a realização de BONS CONTRATOS ou o PLANEJAMENTO SUCESSÓRIO E SOCIETÁRIO/EMPRESARIAL. Ou os relacionados aos investidores como conhecimento societário para DEFINIÇÃO DA COMPRA DE UM BOM PAPEL DA BOLSA DE VALORES ou conhecimento do quanto e como vou pagar de IMPOSTO no investimento que vou escolher.

Não quero que você ao final deste módulo seja expert em todos os assuntos abordados acima, mas, é importante saber que AO LONGO DA VIDA DE POUPADOR E INVESTIDOR VOCÊ VAI TER QUE TOMAR MUITAS DECISÕES IMPORTANTES. E quanto mais conhecedor dos aspectos jurídicos envolvidos na sua escolha, mais a chance de ser bem sucedido na administração do seu patrimônio e de seus recursos.

Como diz Warren Buft, talvez o maior investidor dos tempos contemporâneo, atuar no mercado de investimento é tomar decisões importantes e impactantes. Segundo ele:

“Depois de assinar um contrato, não dá para voltar atrás; portanto, pense em tudo antes de assinar.” (O TAO de Warren Buffett – Editora Sextante)

Portanto, a 3ª Função do Direito do Investidor é: QUALIDADE NA TOMADA DE DECISÃO.

Finalmente, aqui destacamos outra relação do direito com mais um dos recursos: o Tempo!

O conhecimento do direito pode ser usado ANTES da tomada de decisão ou DEPOIS que você já escolheu o seu caminho.

É verdade que o uso preventivo/consultivo do conhecimento do direito lhe demandará maior energia de estudo ou de tempo e dinheiro para fazer a consulta a um profissional do direito.

Mas, pela minha experiência profissional posso afirmar com certeza que uma decisão equivocada fará com que você tenha que usar muito mais recursos (tempo e dinheiro) na contratação de um advogado para corrigir o erro ou para defendê-lo em uma demanda judicial.

E para aqueles que ficaram com vontade de se aprofundar nos vários aspectos jurídicos que apresentamos, fiquem calmos que teremos muito conteúdo desse tipo.

Autoria: Luiz Afonso Roxo - Sócio do escritório Roxo & Pinheiro Sociedade de Advogados
Fonte: http://www.zeneconomics.com.br/conhecimento-juridico-tomada-de-decisao/


Rua Tenente Gomes Ribeiro, 57 - conjunto 116 - Vila Mariana - São Paulo/SP - Tel.: +55 11 3062-0553

Rua Benedito Soares Fernandes, 90A - Vila Yara, Osasco/SP - Tel.: +55 11 2626-9003​